A RUA E EU

Eu amo a rua. Esse sentimento de natureza toda íntima não vos seria revelado por mim se não julgasse, e razões não tivesse para julgar, que este amor assim absoluto e assim exagerado é partilhado por todos vós. Nós somos irmãos, nós nos sentimos parecidos e iguais; nas cidades, nas aldeias, nos povoados, não porque … Continuar lendo A RUA E EU

DOIS

se todos na terra reconhecerem a beleza como beladessa forma se pressupõe a feiura.se todos na terra reconhecerem o bem como o bem,deste modo se pressupõe o mal.a existência e a inexistência geram-se uma pela outrao difícil e o fácil completam-se um ao outroo longo e o curto estabelecem-se um pelo outroo alto e o … Continuar lendo DOIS