DOIS

se todos na terra reconhecerem a beleza como bela
dessa forma se pressupõe a feiura.
se todos na terra reconhecerem o bem como o bem,
deste modo se pressupõe o mal.

a existência e a inexistência geram-se uma pela outra
o difícil e o fácil completam-se um ao outro
o longo e o curto estabelecem-se um pelo outro
o alto e o baixo comparam-se um pelo outro
o som e o tom são juntos um com o outro
o antes e o depois seguem-se um ao outro

portanto
o homem sábio realiza a obra pela não-ação
e pratica o ensinamento sem dizer nada

os dez mil seres agem, mas não para se realizar
iniciam a realização mas não a possuem
concluem a obra sem se apegar
e justamente por realizarem sem apego
não passam.

– tao te king, lao tzu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s