PITTY / MATRIZ EM SP

Nesta sexta vi pela primeira vez ao vivo o show da Pitty com o cenário que tem meus desenhos e me senti feito criança vendo truque de mágica. Como aquele desenho que nasceu com poucos centímetros, a lápis, aquarela e nanquim, agora aparece gigante, brilhando, depois inteiro vermelho, depois azul, depois roxo, parece que tem profundidade, artérias atrás das veias, some, aparece, pulsa? Claro, no meio do caminho teve tooodo um trabalho com a direção de palco para definir como ficaria cada uma das peças, levando em conta diferentes casas de shows, o posicionamento dos músicos, do cenário e tudo o mais. E aí vem o toque mágico da iluminação – eu ia muito mal em Física então bem, pra mim isso é magia mesmo, rs.

Mas o que pulsa mesmo é o show à frente dele: que banda incrível, conectada. E que artista forte, generosa, completa. Cada um dos presentes completamente entregue e contemplado. Teve rock’n’roll, reggae, hip-hop nas presenças iluminadas de Emicida e Tássia Reis (o q foi aquele dueto em Feeling Good!), teve momento intimista, teve Agridoce , teve toca Raul e tocou, e ainda rolou um mantra final em Serpente que é pra pacificar o universo. Emoção total, daqueles shows dos quais todo mundo sai energizado. Só tenho a agradecer por fazer parte, ainda que de leve, disso tudo.

📷 @dridss @mahdolla @heyrozita @_miss_atomicbomb

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s