SOBRE O MUNDO E A ILUSÃO

Ontem, falando sobre ferramentas para analisar, e suportar através do entendimento, o momento presente (filosofia, história, astrologia etc), e do potencial risco disso descambar para um escapismo intelectual, lembrei dessa parábola, que ilustrei há uns dez anos para uma revista de ioga: “Um yogi vivia numa densa floresta com seus discípulos. Ele ensinava o desapego, e repetia para os estudantes que o mundo manifestado é pura ilusão.⁠

Um dia, um elefante atacou a ermida onde eles moravam. Todos se refugiaram no alto de uma árvore enquanto o elefante se refestelava no estoque de arroz deles. ⁠

Quando o animal foi embora, um estudante perguntou ao mestre: ‘Sempre aprendemos de você que o mundo é ilusório, mas não pude deixar de observar que, quando fomos atacados pelo elefante, você se refugiou junto conosco. Se de fato o mundo é ilusório, não bastava ter ficado quieto no lugar enquanto a ilusão do elefante passava?’⁠

O mestre respondeu: ‘Sabemos que o mundo é uma ilusão – mas o elefante não sabe’.”⁠

[Coluna Tudo de Om, por Pedro Kupfer – Revista Prana Yoga Journal #25]⁠

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s