8M

Mulheres são mulheres. Nem todas delicadas, nem todas maternais, nem todas cuidadoras, nem todas encantadoras, nem todas tão guerreiras. Nem tão maravilhosas quanto gostaríamos, às vezes. Não tão facilmente explicadas pela biologia. Nem todas são CIS, aliás, é bom lembrar. Tem recorte de raça, de classe. Tem fatores culturais. Somos bilhões de indivíduas.⁠
⁣⁠
Em comum, tem que: somos historicamente relegadas. Economicamente exploradas. Somos dos primeiros grupos a ter os direitos rifados. Somos instigadas a entrar em caixinhas com modelos de comportamento. Somos questionadas sobre o que fazemos ou deixamos de fazer da nossa vida, dos nossos corpos. Se pintou, lixou, arrancou, ou se deixou de pintar, lixar, arrancar. Somos convencidas de que ser bonita é um valor maior do que ser independente, inteligente, bem-sucedida profissionalmente. Que ser magra importa mais que ser saudável. Que ter marido e filhos é uma conquista. Que bom mesmo é ser jovem, mas tem que “saber envelhecer”, seja lá o que isso queira dizer. ⁣⁠

⁠Não existe solução que não passe por nos unirmos. Nos apoiarmos. Ser exemplo e inspiração umas para as outras. Mas isso não basta. É preciso escutar quem tem uma vivência diferente da sua. Estudar e se engajar mais em lutas que se misturam: antirracista, antigordofobia, LGBTQia+, inclusão de pessoas com deficiência e mais. Entender que somos diferentes. Que a opressão pesa mais sobre algumas de nós. Que algumas lutas são cruciais. Que um sistema não deixa de ser opressor se só algumas escaparem dele.⁠

E que todas, absolutamente todas, merecemos coisas simples, que ainda nos são negadas: Ser livres. Ficar vivas. Que encham menos nossa paciência.⁠

Não tem como aceitar menos que isso não.⁠
-⁠
Ilustração integrante de série para livreto distribuído no evento Boteco da Diversidade, um projeto do @sescpompeia que busca ampliar a visibilidade política e artística de ações e assuntos ligados à diversidade cultural e à defesa dos direitos humanos // edição especial de encerramento do II Encontro Internacional Nós Tantas Outras (4 a 7/3) com o tema Mulheres e Novos Imaginários

Ver mais aqui: https://evauviedo.com.br/sesc-boteco-da-diversidade-2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s