[ quatro notas sobre a leveza ]

1

lugar, desabitá-lo:

procuro uma palavra para me referir às forças que passam a operar em torno dos objetos quando ninguém mais os toca

2

à noite estou sozinha

sonho com um cavalo azul
e o vento varre meu rosto e minha boca cai em desuso

3

penso em como seria educar uma pessoa com base na ideia de que há coisas que esvoaçam
cortinas, roupas em varais
– as folhas de um caderno aberto sobre a mesa próxima à janela

4

[ a página onde leio as palavras que alguém escreveu no momento em que tentava conceber —

em que se sustém a transparência quando ocorre
de a libélula voar? ]


à noite as meninas se reúnem em torno de suas bonecas
e se inclinam para beijá-las na testa e imantar seus corpinhos de pano com relâmpagos

são meninas magras e inacessíveis

tantas
e cheiram a algodão e lágrimas

nos cabelos um nevoeiro de teias de aranha. na pele os sinais em sete eclipses: lua ilícita, lisérgica. a sombra no púbis, no ânus, nos covis das axilas. uma única e mesma noite atravessa os séculos pela boca das mães até a boca das meninas

e das meninas às bonecas

num processo difícil de perpetuação da fome


1

estudar o pássaro
estudar o desenho de mãos que vem ao caso quando penso na palavra “fragilidade”

a altura
a origem da ideia de linhas
tênues

2

estudar a terminologia com a qual os homens de uma cidade perdida se referiam à movimentação de suas cortinas em manhãs de vento

(a atenção com que as observavam, especialmente no instante em que depois de serem abatidas pelo vento elas caíam
e caíam assumindo uma angulação muito própria em relação à luz)

3

estudar todo e qualquer vestígio

e por que penso em homens que falam muito baixo uns com os outros, como se a palavra fosse um excesso

como se em seus íntimos eles estivessem trabalhando na elaboração de uma outra teoria do fogo

mar becker (marceli andresa becker) é formada em filosofia (universidade de passo fundo) e tem especialização em epistemologia e metafísica (universidade federal da fronteira-sul). mora atualmente em são paulo. faz bonecas e bichinhos de crochê. e-mail: mab_1109@yahoo.com.br