ASSOVIO

https://evauviedo.com.br/assovio

Livro de artista feito à mão em 2017. Cortado, dobrado e escrito um a um com poema de Ian Uviedo; cada peça é única, feita a partir de papel pintado com a técnica oriental do sumi-e.

ASSOVIO

a música anuncia sua partida
e a noite ainda alcança
essas cidades
sozinha
a eternidade desfaz-se em um riso
suspiro falso 
ao vento
assovio.
triste melodia
os passos
as escadas
o amor?
ergue-se o dia
o sonho dilui a lágrima
ruas vazias,
madrugadas resplandecendo
por trás dos vitrais
sangue sim
sempre
o perfume do leite não ergue catedrais
sobre feridas
ruínas
a música anuncia sua partida
sapatos, vestidos, cigarros
outro dia.

FLOGE ENTRECUBOS

Esta semana a musa das musas Ingrid Rizzieri, da Entrecubos, esteve aqui no ateliê para trazer o Flöge que eu tinha encomendado (e que acompanha um super anel) e aproveitou pra fazer umas fotos do meu processo de criação de um #kimohobra (parceria com a Kimoh, conto mais em um próximo post). ⁣



Pra quem não conhece o trabalho da Ingrid, Flöge é essa peça super especial concebida por ela, de tiragens limitadas. A minha é preta, mas a maioria das que ela faz é uma explosão de cor e brilho, então vai lá no perfil da Entrecubos que tem explicação nos destaques (em ‘referências’), montes de coisas lindas, além de verdadeiras aulas de arte, moda e criação nos vídeos que ela posta.⁣

Veja mais fotos aqui: https://www.instagram.com/p/BvkSyrPgIhR/

#wearableart⁣ ⁣

MAKING OF: NA PELE – PITTY e ELZA SOARES

Contei um pouco do processo de criação da capa do single Na Pele, de Pitty + Elza Soares, para o blog Update or Die!

Durante o processo de criação/produção/gravação do ótimo Setevidas, seu último álbum de estúdio, Pitty escreveu a letra de “Na Pele”, mas achou que a música/letra não se encaixava no disco. Que aquele não era o momento certo para lançá-la. Isso acontece. Percebendo que era a voz e a atitude de Elza Soares que faltava, resolveu fazer o convite óbvio. O resultado é ótimo. Pitty deixa claro que a música é de Elza.

“Recebi o convite para fazer a capa do single através do Rafael Ramos, da Deckdisc, gravadora da Pitty, por sugestão dela, e de cara me encantei com a letra. A metáfora da vida como fluxos deixando marcas na pele (a vida tem sido água / fazendo caminhos esguios / se abrindo em veios e vales / na pele, leito de rio) tem muito da história de cada um, e fala de uma questão especialmente delicada para a mulher, do envelhecimento e como isso pode ser bonito e importante.

No briefing, passaram como referência do meu trabalho um desenho que gosto muito, que tem uma figura feminina em um fluxo de água com tubarões. O desenho faz parte da série Sobre Amor & Outros Peixes, onde cada animal simboliza um tipo de relação humana e pra mim o tubarão é essa figura poderosa, agressiva e ao mesmo tempo encantadora, que representa o tipo de desafios com que temos que lidar na vida.

Para a figura feminina procurei fazer uma mulher de tom de pele, raça, cabelo e idade indefinidos, usando várias cores com o mesmo sangue vermelho correndo nas veias. E os cabelos meio escuros, meio cinzas servem tanto pra trazer algo fluido, aquático quanto os cabelos grisalhos de uma mulher mais madura, assim representando toda mulher.

Foi uma grande honra trabalhar com essas duas artistas tão foda, tão distintas e ao mesmo tempo similares e juntar minhas águas afluentes às águas delas. Pura emoção.

Veja o trabalho completo no site – portfólio