SÓ POR HOJE

Todo dia, entre acordar e dormir, alterno as fases "até que tá normal", "tá ruim, mas vamo que vamo", "nossa, vai dar muito ruim", "vai ser horrível", "vai passar", "nunca mais seremos iguais", "tá tudo bem, daqui a uns meses a gente vai rir disso tudo". é tudo verdade, e não temos como ter certeza … Continuar lendo SÓ POR HOJE

LONGE DE TUDO

Recuerdo nostálgico de um dia tranquilo, em que ficar em casa era uma deliciosa opção. Eu tinha acabado de sair do último emprego e me entregava ao conforto do home office com direito a pausa para o café à tardinha, bolo no forno e família por perto. Muito em breve as tardes tranquilas seriam substituídas … Continuar lendo LONGE DE TUDO

I Don’t Know What I Can Save You From

A última vez que passei por aqui pensava vagamente em Nietzsche, Deleuze, Derrida sem nada entender e aproveitava, como hoje, um azul que o outono traz (e depois leva pra lá) A última vez que passei por aqui pensei exatamente o que eu deveria ter dito , mas com muitos minutos de atraso (e nunca … Continuar lendo I Don’t Know What I Can Save You From

ONDE A DOR NÃO TEM RAZÃO

São Paulo, aniversário da cidade >> 01 (hum) MANIFESTANTE com potencial destrutivo moderado, portando um estilingue e quatro pacotes de bolinhas de gude sendo ESPANCADO > por 50 fãs do PAULINHO DA VIOLA, incluindo > 1 agressor que dava bordoadas com um par de MULETAS > 4 seguranças ligeiramente incompetentes tentando proteger o desgraçado da … Continuar lendo ONDE A DOR NÃO TEM RAZÃO

ÁGUAS DE MARÇO

que venham a nós todos os mares, calmos ou bravios; rios subterrâneos, grandes águas atravessáveis, geladas com ou sem gás; lagos sobre lagos, nascentes, riachos, águas ancestrais; águas que levam, que trazem, que vão. e que tenhamos barcos e remos, braços, cordas, velas, ventos; e claro, alguma razão.

Sou eu Bola de Fogo

ainda não é a estrela de belém, mas já é 2012: um meteoro se desintegrou no ar enquanto ia rumo a dallas esta semana (essa foi por pouco, amigos). uma súdita indiana da coroa inglesa cometeu harakiri - a monarquia segue a mesma: mítica e barraqueira. indiferente à iminente queda do capitalismo, o paulistano promete ser generoso … Continuar lendo Sou eu Bola de Fogo

Something Beautiful

alguma coisa entrou em erupção no chile ontem à noitecancelando viagens da classe média a barilochee algum outro dano em plantações ou coisa assim, no segundo parágrafo.claro que enquanto isso,em algum lugar do planeta uma monarquia deve estar sendo ameaçadae uma transexual ser a mulher mais bonita do mundo em 2012não nos causará mais nenhum … Continuar lendo Something Beautiful

a raça humana é uma semana

então é domingo de novo. enquanto algumas pessoas queimam as pestanas na tarefa de descrever, filmar ou poetizar o cotidiano de gente comum, eu cumpro minha parte, sendo comum. churrasco de sábado, macarrão de domingo, genipapada e alguns amigos bons, isso não quer dizer nem menos nem mais; desde a fulana que gasta o domingo … Continuar lendo a raça humana é uma semana

no fim dá tudo na mesma

"mundo virtual pode reabilitar paralíticos", hm, mas pode fazer um estrago em paranóicos, que nossasenhora. // toda vez que chove a internet fica lenta. será o tráfego de dados? o paulistano não aguenta mais. / paulistano aliás, só fica indignado com o trânsito. outro dia um viaduto caiu em cima de um carro e o … Continuar lendo no fim dá tudo na mesma

Das coisas que gosto de escutar

Aninha, 13: 'Não sei por quê, mas na festa Junina dessa escola o pessoal do G2 [colegial] é o q mais se diverte. 'Ian, 10: 'Deve ser porque eles já podem tomar caipirinha.'* * *Ian: 'Sabe por que não ligo pra futebol? Porque por exemplo: se o Santos ganhar do São Paulo, não quer dizer … Continuar lendo Das coisas que gosto de escutar